0 Flares 0 Flares ×

Nossa vida seria diferente se respondêssemos como Nossa Senhora a cada vez que nossos planos são interrompidos

Dizem que se você quiser fazer Deus rir, é só contar-lhe os seus planos. Essas palavras devem ter ressonância extra para todos nós que vivenciamos as dificuldades de 2020 e 2021. Houve mudança em todos os planos que tínhamos, sejam eles grandes ou pequenos.

Todos nós enfrentamos essa constatação frustrante, porém incontestável: não estamos escrevendo os roteiros de nossas próprias histórias de vida. Pelo contrário: é Deus quem está no controle, não qualquer um de nós. Não importa quantas vezes aprendamos essa lição, sempre parece que devemos aprendê-la novamente na próxima vez que enfrentarmos um desafio inesperado.

Anos atrás, lembro-me de derramar meu coração em oração pela maior intenção que eu tinha. Com o passar do tempo, parecia improvável que a oração fosse respondida da maneira que eu queria. Eu lentamente aceitei que era a vontade de Deus que aquilo não acontecesse. Finalmente encontrei uma paz profunda nessa entrega interna.

Imagine meu choque quando Deus atendeu aquele pedido de oração pouco tempo depois! Ingenuamente, pensei: “Bem, para sempre depois disso, aprendi a render minha vontade à de Deus.”

Eu ri dessa suposição muitas vezes nos anos seguintes. Retrocessos imprevistos e esforços fracassados ​​me ensinaram que a rendição não é uma conquista única: é um processo contínuo que dura a vida inteira. A confiança radical e a entrega total à vontade de Deus são lições que temos que aprender novamente, e novamente, e novamente.

O exemplo de Nossa Senhora

Ao tentar levar a sério esta lição de entrega ao longo dos anos, volto repetidamente ao exemplo de Nossa Senhora. Ela é nosso modelo em muitas coisas, principalmente em sua resposta – quando ela enfrentou uma mudança inesperada em seus planos.

Antes da Anunciação, a vida de Maria parecia seguir um caminho claro e familiar para uma garota de sua época. Sua vida parecia previsível, não muito diferente da de todas as jovens ao seu redor.

Então o anjo apareceu naquele dia fatídico e mudou tudo. A resposta de Maria é a chave que revela como devemos reagir quando Deus nos choca com uma mudança de planos. Ela disse: “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lucas 1,38).

Muitos de nós lutamos para aceitar até as menores mudanças no que esperávamos e planejávamos. Como nossas vidas seriam diferentes se respondêssemos como Nossa Senhora fez quando nossos planos foram interrompidos?

Claro, as notícias que Maria recebeu foram as melhores do mundo. Da mesma forma, nossas mudanças de plano também podem ser más notícias que não queremos ouvir. Mas isso não significa que não podemos aprender com o testemunho dela.

Como vivenciar o “sim” no dia a dia

Imagine se nossa resposta padrão para as coisas que não estão indo como esperávamos não fosse frustração e resistência, mas uma entrega confiante. Externamente, talvez nada pareça diferente. Mas, internamente, aprender a reagir com confiança e aceitação nos traria uma paz profunda – a paz que o mundo não pode dar (João 14,27).

Nesta solenidade da Anunciação, vamos tirar algum tempo para refletir sobre a resposta de Maria ao anjo. Como podemos aplicar sua resposta a áreas de nossas próprias vidas?

Tomemos o exemplo dela e consideremos maneiras pelas quais podemos trabalhar para responder como ela o fez. À medida que aprendemos a enfrentar as mudanças nos planos com uma imitação da entrega pacífica de Nossa Senhora, nós também podemos fazer de nossas vidas um decreto de amor e confiança.

Via Aleteia

0 Flares 0 Flares ×
A Anunciação nos ensina o que fazer quando Deus muda nossos planos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*