0 Flares 0 Flares ×

Dedico esse artigo ao padre Geovane Saraiva, a quem muita me ensina e me guia em busca da Verdade.

Daniel Vasconcelos Bastos*

Muito se tem falado na disseminação de _fake news_, na desinformação alastrada pela sociedade e a tamanha ignorância que muitas pessoas têm hoje, inclusive nessa época de pandemia, como os protocolos de uso de máscara corretamente. Não digo isso com pose de sabe-tudo. Pelo contrário, sou um jovem ainda galgando meus primeiros passos (bem tortos) na busca da Verdade e que busca não ficar passivo ante ao bombardeio de informações que nos chegam com o a proliferação das tecnologias. Mas é essa mentalidade de buscar aprender que sinto falta aonde vou e aonde navego na internet. Atualmente, com a facilidade de informações, muitas pessoas se acomodaram e querem aprender tudo na palma da mão, literalmente. Com smartphones decentes, uma internet móvel razoável e um site de busca, muitos se acham profundos conhecedores de tal assunto quando leem apenas notícias de jornais (às vezes apenas as manchetes!).

Isso lembra os Evangelhos e toda a Sabedoria de Nosso Senhor Jesus Cristo. Mais do que o profundo conhecimento e a grande humildade, Ele soube fazer a vontade do Pai. Eis a grande Sabedoria: seguir os passos Daquele que sabe o melhor caminho. Nós, meros mortais, jamais iremos trilhar igualmente esse caminho por nossa essência de humanidade. Mas é justamente a queda que nos mostra que temos muito a melhorar e a superar momentos de fraqueza, como dizia o Apóstolo: “Quando eu me sinto fraco, é então que sou forte” (2Cor 12,10).

Hoje comemora-se o dia de Santo Tomás de Aquino e, não por acaso, falo sobre sabedoria no dia desse santo. Ele que, como poucos, soube estudar e, mais do que isso, colocar seu ensinamento a serviço da doutrina cristã, a serviço de Deus. Que graça enorme de poder estudar as palavras e aprendizados desse Santo, de poder procurar a verdadeira Essência, principalmente, nos mais abandonados, como fez São Francisco de Assis e o Bem-Aventurado Charles de Foucald! Profundo devoto do Doutor Angélico, padre Antonin-Dalmace Sertillanges escreve na sua obra-prima “A vida intelectual”: “O intelectual não é filho de si mesmo; é filho da Ideia, da Verdade eterna, do Verbo criador e animador […]. Quando pensa bem, o pensador segue os caminhos de Deus”.

Busquemos o conhecimento, a Verdade, meus irmãos! E mais importante ainda do que buscar é disseminar esse conhecimento para aqueles que mais necessitam, para aqueles que ainda estão presos na escuridão da caverna da ignorância! Que a Virgem Santíssima e Santo Tomás de Aquino possam interceder por nós durante essa jornada! Amém.

*Estudante do curso de Psicologia na Universidade Estadual do Ceará

0 Flares 0 Flares ×
A Graça da Sabedoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*