0 Flares 0 Flares ×

Tema vem sendo levado muito a sério nas empresas e universidades

Quem nunca esteve em uma sala, de estar ou de reunião, e recebeu a presença de uma pessoa que simplesmente parecia encantar o lugar, deixando a atmosfera mais leve e as demais pessoas mais à vontade? Geralmente quem causa tamanha impressão são as pessoas bem humoradas, pois esta é uma característica que contagia os demais. 

Respeito e produtividade

Tanto que aquela velha figura do chefe autoritário e mal-humorado está caindo por terra. Uma reportagem publicada na semana passada pela revista norte-americana Fast Company, uma publicação focada em inovação e tecnologia, mostra que pessoas bem humoradas em cargos de liderança têm 23% a mais de chance de serem respeitados pelos seus subordinados e 25% de melhorarem o ambiente de trabalho. Ao mesmo tempo, 50% dos norte-americanos revelam que já deixaram um emprego para escapar de chefes autoritários.

Ensinado nas Universidades

A capacidade de encarar as coisas com leveza e fazer sorrir se tornou um assunto tão sério que a Universidade de Stanford passou a oferecer a disciplina Humor: Serious Businness (“Humor: Negócio Sério”, em português) em seu curso de administração de empresas. Segundo um artigo publicado no site da universidade pelo professor Matt Abrahams, o bom humor “nos permite nos conectar com o nosso público, aliviar a tensão, elevar o status, aflorar a confiança e compelir o próximo a tentar enxergar o seu ponto de vista. Também ajuda com que você e a sua mensagem ganhem visibilidade, e ainda assim tantos de nós hesitamos a usar o senso de humor, especialmente no ambiente de trabalho”. 

Tema de best-seller

As vantagens do bom humor na vida pessoal e profissional são exploradas no bestseller Humor, Seriously – Is a Secret Weapon in Business (“Humor, Falando Sério – Por que o Humor É uma Arma Secreta nos Negócios”), publicado no ano passado, de autoria das professoras de Stanford Jennifer Aakers e Naomi Bagdonas. O livro mosta como esta pode ser uma ferramenta poderosa para que pareçamos mais confiantes, para fortalecer relacionamentos, destravar a criatividade e aumentar a nossa resistência para suportar momentos difíceis. A obra cria paralelos entre cientistas comportamentais, comediantes mundialmente famosos e líderes empresariais, mostrando como esse é um elo comum entre eles. 

Traço dos líderes

O 34º presidente dos Estados Unidos, Dwight David Eisenhower (1890-1969), disse: “O senso de humor é parte da arte de liderar, de se dar bem com as pessoas e realizar as coisas”. Pegue imagens de importantes líderes mundiais como Barack Obama e o Papa Francisco: eles estão sempre sorrindo. Uma característica fundamental do carisma é o senso de humor, pois ele reflete o grau de disposição, o bem estar psicológico e o estado de espírito do indivíduo. O bom humor não significa que não levamos o trabalho a sério, mas, sim, que não nos deixamos abater pelos desafios e nos mantemos esperançosos e confiantes pelo que ainda está por vir.   

Via Aleteia

 

0 Flares 0 Flares ×
Bom humor leva ao sucesso na vida profissional e na pessoal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*