0 Flares 0 Flares ×

Francisco recordou sacerdotes e profissionais de saúde que morreram durante a pandemia

Foto Lusa, Hospital na Suíça

Cidade do Vaticano, 24 mar 2020 (Ecclesia) – O Papa saudou hoje o “heroísmo” de todos aqueles que deram a sua vida ao serviço dos doentes, durante a atual pandemia do Covid-19.

“Tive a notícia de que nestes dias vieram a falecer alguns médicos, sacerdotes, não sei se algumas enfermeiras; se foram contagiados, apanharam a doença, é porque estavam ao serviço dos doentes. Rezemos por eles, pelas suas famílias, e agradeço a Deus pelo exemplo de heroísmo que nos dão, ao cuidar dos doentes”, disse, antes da Missa a que presidiu na Capela da Casa de Santa Marta.

O novo coronavírus infetou mais de 345 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15 100 morreram.

Segundo o portal de notícias do Vaticano, o número de sacerdotes mortos na Itália, devido à propagação do Covid-19, é de cerca de 50.

“Arriscando as suas vidas para salvar a dos outros, médicos, enfermeiros, socorristas, voluntários, motoristas de ambulâncias, enfim, todos agentes de saúde, têm sido verdadeiros heróis, não só na Itália, mas em todos os países afetados pelo Covid-19”, assinala o ‘Vatican News’.

Foto: Ansa

Na sua homilia, o Papa alertou os católicos para o perigo de um pecado em particular, a acédia, uma preguiça espiritual que torna os crentes “mornos” e suscetíveis ao mal.
“Este é um pecado que o diabo pode usar para aniquilar a nossa vida espiritual e também a nossa vida como pessoas”, advertiu.

A celebração, transmitida online como sinal de proximidade do pontífice a todas as pessoas afetadas pelas medidas de “quarentena”, conclui-se com um momento de adoração eucarística.

OC

0 Flares 0 Flares ×
Covid-19: Papa saúda «heroísmo» de quem dá a vida pelos doentes (c/vídeo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*