0 Flares 0 Flares ×

Aventureiros escandinavos foram responsáveis pelo início da construção da capital da Irlanda

Uma das principais atrações turísticas de Dublin, capital da República da Irlanda – ou ao menos era antes da pandemia –, a Catedral da Santíssima Trindade (conhecida informalmente como Christ Church) nos conecta diretamente a um capítulo curioso na história da fundação das capitais europeias, o de uma das mais antigas cidades do continente, à parte as que integraram o Império Romano.

Invasão bárbara

Em um movimento de êxodo da Escandinávia, vikings dinamarqueses, noruegueses e suecos invadiram o então vilarejo medieval de Dublin, assentado pelos celtas, no final do século VIII, começo do IX. Depois de quase cinco décadas de saqueamentos dos monastérios e escravização dos locais, que eram enviados de navio para trabalho forçado na Escandinávia, os vikings finalmente se misturaram com os locais e passaram a desenvolver atividades voltadas para a comunidade, como artesanato e comércio. Com isso uma cidade começou a ser fundada. E a Christ Church permanece como uma reminiscência dessa época, a mais antiga catedral medieval da cidade – a outra sendo a Catedral de São Patrício, a igreja nacional do país, fundada em 1191 em homenagem ao padroeiro irlandês.

Cidade Viking

Trinta anos antes, a igreja celta St. Martin of Tours – uma das quatro ainda remanescentes na cidade – ficava na chamada Cidade Viking, região de assentamento dos escandinavos, à encosta do rio Liffey, que corta a cidade, chamada Wood Quay. Pela ameaça e pelos danos que eles tinham causado à St. Martin, a Christ Church foi construída de costas para ela, do outro lado do rio, em um platô, de modo a poder ser vista de toda a cidade, o que dificultava saqueamentos. 

Arquitetura gótica

Embora tenha sido reconstruída, ainda no século 12, e expandido nos séculos seguintes, parece uma fortaleza de estilo gótico, o que impressiona até os dias de hoje. Possui a maior cripta de uma catedral no Reino Unido e nas Irlandas (considerando Irlanda do Norte). Na nave está enterrado o corpo de Strongbow (1130-1196), um nobre gaélico que liderou a Invasão Anglo-Normanda da Irlanda.  Quatro séculos depois o teto da nave dsobre seus restos mortais.

Memorial

A Christ Church hoje funciona nos moldes de uma atração turística na Europa, com visitas guiadas e loja de presentes. A herança viking se faz presente em um memorial de bronze, localizado em uma das esquinas da catedral, que conta a história da fundação de Dublin e de construção da igreja. 

Via Aleteia

0 Flares 0 Flares ×
Dublin preserva igreja católica fundada pelos vikings

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*