0 Flares 0 Flares ×
Santuário de Frei Galvão, em Guaratinguetá / Foto: Facebook Santuário Frei Galvão

GUARATINGUETÁ, 11 mar. 21 / 11:06 am (ACI).- A Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil assumirá no próximo dia 11 de abril o Santuário de Frei Galvão, em Guaratinguetá (SP), em um convênio assinado com a Arquidiocese de Aparecida, atual responsável pelo santuário, com duração de 30 anos.

Desde 2016, o Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, já vinha sugerindo que os franciscanos deveriam assumir os cuidados pastorais deste Santuário Arquidiocesano, por considerar que a presença dos frades da mesma Ordem e Província a que pertenceu Frei Galvão seria o mais adequado para este lugar de fé e devoção.

O convite foi oficializado aos franciscanos em 2018 e, após um período de conversas e adequação do convênio, no último dia 5 de março foi oficializada a proposta para que a Província assumisse o Santuário.

A assinatura do convênio ocorrerá na Missadas 18h do dia 11 de abril, que marcará também a posse do novo reitor, Frei Diego Melo, e do colaborador, Frei Roberto Ishara, os quais já estão há cerca de seis meses atuando no Santuário.

O Santuário de Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, mais conhecido como São Frei Galvão, foi criado em 8 de dezembro de 2010. “bem antes disso, o Seminário Frei Galvão já recebia muitos romeiros, como também a Casa de Frei Galvão e a Igreja Santo Antônio, ambos em Guaratinguetá, e, mais ainda, o Mosteiro da Luz, em São Paulo, local construído por Frei Galvão e onde está o seu túmulo”, recordou ao site da Província o ministro provincial, Frei César Külkamp.

Para Külkamp, trata-se de um momento histórico e de revigoramento da evangelização franciscana da Província, uma vez que “este Santuário já é um espaço querido e buscado pelo povo por sua devoção” ao primeira santo nascido no Brasil.

“Frei Galvão, como homem da paz e da caridade, nos oferece a oportunidade de cultivo das dimensões da nossa missão e de nossas frentes de evangelização”, assinalou.

Além disso, recordou que “o Santuário é Arquidiocesano, então também nos provoca à comunhão eclesial, o que já foi sendo conquistado com a Igreja Local de Aparecida”.

Por sua vez, Frei Diego Melo sublinhou que “esse Santuário pode se tornar uma fonte de irradiação do Carisma Franciscano e é por isso que aqui estamos”.

O futuro reitor expressou também a gratidão a Deus e pediu “a intercessão de São Frei Galvão para que sejamos não somente devotos de Frei Galvão, mas principalmente imitadores das suas virtudes e apaixonados por Cristo e pelos pobres, especialmente os enfermos, assim como ele foi”.

0 Flares 0 Flares ×
Franciscanos assumem Santuário de Frei Galvão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*