0 Flares 0 Flares ×

a) Quaresma, tempo de renovação interior. «Estava próxima a Páscoa dos judeus e Jesus subiu a Jerusalém. Encontrou no templo os vendedores de bois, de ovelhas e de pombas e os cambistas sentados às bancas.»

Começamos um programa de vida com entusiasmo, mas aos poucos, vamos esmorecendo, precisamos porque a nossa força era o entusiasmo emotivo, e não a convicção profunda que brota da fé e do amor.

Somos como uma bola que sai das nossas mãos com grande velocidade, mas abranda, a pouco e pouco, a velocidade inicial.

Precisamos, por isso mesmo, de recomeçar constantemente.

Renovar é tornar novo, recuperar a vitalidade inicial. Que renovar na nossa vida?

  • Vida de Oração. Entra facilmente na nossa oração a rotina que lhe tira a vida e a esvazia de qualquer sentido. Precisamos de recomeçar constantemente a rezar, procurando estar atentos e esforçar-nos para que o nosso coração fale, de facto, com Deus.
  • Trabalho. Ele oferece-nos três dimensões: santificar o trabalho, fazendo-o com perfeição; santificarmo-nos no trabalho, esforçando-nos por fazê-lo com o coração em Deus – sem preguiça, revolta ou desleixo e, sobretudo, fazendo o que Deus quer e não o que nos apetece; e santificar os outros com o trabalho, fomentando a amizade pessoal e procurando fazer do ambiente em que trabalhamos um lugar onde os outros se sentem alegres, realizados, de tal modo que se sintam aliviados do peso da fadiga.
  • Cuidado com os outros. Temos uma inclinação forte para nos fecharmos no nosso mundo egoísta e pensarmos e cuidarmos apenas em nós. Deste modo somos capazes de criar à nossa volta um ambiente frio onde todos se sentem mal.

Devemos contrariar esta inclinação doentia, mantendo com os outros uma ligação e atenção permanente.

Quando falamos dos outros, entendemos em primeiro lugar a família – e dentro desta, o marido ou esposa e logo os filhos, ampliando, depois o arco de amizade. Estar nos «amores»  dos outros, sacrificar os nossos gostos para que se sintam felizes, deixar de pensar em nós para viver os problemas dos outros, nem sempre é fácil, porque somos egoístas.

Fonte: https://paroquiasaoluis-faro.org/necessidade-de-uma-purificacao-constante/

0 Flares 0 Flares ×
Necessidade de uma purificação constante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*