0 Flares 0 Flares ×

Em “O Vídeo do Papa” do mês de dezembro, os protagonistas são meninos e meninas que têm hoje um futuro incerto, sobretudo os que estão sofrendo por diversas causas.

Cidade do Vaticano

“Rezemos para que todos os países decidam tomar as medidas necessárias para fazer com que o futuro das crianças seja uma prioridade, especialmente o futuro das crianças que hoje estão sofrendo.” Esta é a intenção de oração de Francisco para este mês de dezembro, confiada à Rede Mundial de Oração do Papa.

Em “O Vídeo do Papa”, os protagonistas são meninos e meninas que têm hoje um futuro incerto, sobretudo os que estão sofrendo por diversas causas.

“Cada criança marginalizada, cada criança abusada, cada criança abandonada, cada criança sem escola, sem cuidados médicos, é um grito que se eleva a Deus.”

Desafios

O pedido do Papa chama a atenção para os dramas da infância, que exigem medidas sérias.

Segundo os Informes sobre a situação mundial da infância de 2016 e de 2017, os meninos e meninas formam quase a metade dos 900 milhões de pessoas que sobrevivem com menos de dois dólares por dia.

Além disso, em 2014, comprovou-se que cerca de 160 milhões de todos eles apresentavam atraso no crescimento. Quanto à escolarização, apesar dos avanços nas matrículas, existem cerca de 124 milhões de meninos e meninas que não vão à escola, um fator que se vê agravado pelos conflitos armados que, em muitos lugares, são cada vez mais prolongados.

Lamentavelmente, cerca de 250 milhões de jovens vivem em países ou áreas afetadas pelos conflitos armados. Essas condições sociais, econômicas e bélicas dificultam seu desenvolvimento normal e a busca de um futuro melhor.

Cada criança sofredora é Cristo

O Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa, Pe. Frédéric Fornos, SJ, sublinha que o convite do Santo Padre a rezar para que “todos os países decidam tomar as medidas necessárias para que o futuro das crianças seja uma prioridade” não nos livra de trabalhar para essa finalidade em nossa vida cotidiana, cada um dentro de suas possibilidades, e naquilo que poderia nos parecer mais simples.

Em cada uma delas, afirma ainda o Papa no Vídeo, “é Cristo que veio ao nosso mundo como uma criança indefesa, é Cristo que nos olha em cada uma dessas crianças”.

0 Flares 0 Flares ×
O Vídeo do Papa: cada criança que sofre é um grito que se eleva a Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*