0 Flares 0 Flares ×

1º DEUS CHAMA-NOS

Deus sempre teve os Seus chamamentos. Sempre foi conhecido como o Deus que convoca o Seu povo. E o povo dá a sua resposta. Abraão foi chamado para sair da sua terra. E obedeceu. Foi convocado para sacrificar o seu único e amado filho Isaac. E obedeceu. Moisés foi chamado para libertar o povo da escravidão do Egito. Obedeceu e libertou o povo. Maria foi convocada para ser Mãe do Salvador. E obedeceu. Hoje é a Mãe de Deus e nossa Mãe. São Pedro foi convidado a ser o primeiro Papa. Aceitou. São Paulo foi convocado para mudar de vida. Converteu-se e tornou-se o Apóstolo dos pagãos. Os doze Apóstolos foram convidados para seguir Jesus. Disseram SIM. Deixaram tudo e seguiram a Cristo com toda a prontidão. Hoje é a nossa vez. Deus convoca todos os leigos para assumirem a sua tarefa de cristãos, de educadores, de homens sérios e competentes nos meios de comunicação social. E muitos já deram a sua resposta positiva. Outros estão ainda de braços cruzados.

2º OS SINOS, INSTRUMENTOS CONVOCADORES

Para dar maior ordem às cerimónias litúrgicas a Igreja criou os sinos como  instrumentos de convocação do povo à hora certa. Para muitos poderá ser a hora de Deus. Hora de recolhimento. De aumento da sua fé. Hora de ouvir Deus falar à comunidade. Para outros, que não creem em Deus, são simples instrumentos, sem qualquer significado religioso. Um sino repicando traz à memória de muita gente: saudades, recordações profundas e imorredouras. O sino é uma presença do passado. O sino é uma voz viva. É uma voz de Deus convocando o povo à renovação à penitência, à oração, à unidade.

Fonte: Paróquia São Luís Faro

0 Flares 0 Flares ×
OS SINOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*