0 Flares 0 Flares ×

(ACI).- Enfrentando a segunda onda de Covid-19, o estado do Amazonas está sofrendo com a fala de cilindros de oxigênio nos hospitais, o que levou o Arcebispo de Manaus (AM), Dom Leonardo Steiner, lançar um apelo: “pelo amor de Deus, nos enviem oxigênio”.

Na quinta-feira, 14 de janeiro, o estado de Amazonas, sobretudo a capital Manaus, viveu o auge da crise gerada pela pandemia de coronavírus, ao registrar falta de oxigênio nos hospitais. Ontem, o estado contabilizou 3.816 novos infectados por coronavírus, o maior número em 24 horas.

No total, foram confirmados desde o início da pandemia 223.360 casos de Covid-19 no Amazonas e 5.930 mortes.

Relatos de profissionais de saúde indicaram que pessoas com Covid-19 faleceram na quinta-feira em razão da falta de oxigênio e que está sendo necessário recorrer à ventilação manual para atender aos pacientes.

Nesta sexta-feira, mais de 200 pacientes de Manaus começaram a ser transferidos para hospitais de outros estados em voos da Força Aérea Brasileira (FAB).

Diante desse colapso, o Arcebispo deManau, Dom Leonardo Steiner, publicou um vídeo em nome dos bispos dos estados do Amazonas e Roraima (que compõem o Regional Norte 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB) pedindo ajuda para enfrentar essa situação.

“Na primeira onda, as pessoas morriam por falta de informação, por falta de leitos nos hospitais, por falta de leitos nas UTI do Amazonas e de Roraima. Hoje, na segunda onda, as pessoas vêm a óbito por falta de leitos nos hospitais, por falta de leitos nas UTIs e, por incrível que pareça, por falta de oxigênio”, afirmou.

O Prelado ressaltou que falta oxigênio para pacientes que estão internados e, diante disso, fez um apelo em nome dos bispos locais: “pelo amor de Deus, nos enviem oxigênio, providenciem oxigênio. As pessoas não podem continuar a morrer por falta de oxigênio por falta de leitos nas UTIs”.

O Arcebispo pediu que seja deixada de lado “a política que divide”, bem como “os lucros em cima da pandemia”.

Além disso, exortou todos a colocar “a serviço de todos a nossa humanidade melhor” e também “as nossas forças espirituais”. “E que nós cuidemos do distanciamento, usemos máscara, não descuidemos da saúde. Estamos num momento difícil, num momento de pandemia, quase sem saída”, acrescentou.

“Que todos nós possamos dar a nossa contribuição e nos engajar solidariamente no cuidado da vida de todas as pessoas”, concluiu.

Para ajudar os estados do Amazonas e de Roraima a enfrentar a pandemia de coronavírus, o Regional Norte 1 da CNBB disponibilizou uma conta a fim de receber doações:

Banco Bradesco
Agência 0320
C/C: 054104-4
CNPJ: 33.685.686/0012-03
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – Regional Norte 1 (AM-RR)

0 Flares 0 Flares ×
Pacientes de Covid-19 em Manaus sofrem por falta de oxigênio e Igreja faz apelo por ajuda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*