0 Flares 0 Flares ×
“Façam um grande esforço para fazer do Escotismo Católico um movimento de semeadores de esperança e uma redescoberta da vida comunitária”. É o pedido do Papa aos escoteiros franceses recebidos nesta sexta-feira (14) no Vaticano

Jane Nogara – Vatican News

Na manhã desta sexta-feira (14) o Papa Francisco recebeu em audiência os membros do Movimento Escoteiro Católico Francês (Scouts Unitaires de France), presentes em Roma por ocasião do 50° aniversário de fundação.

Francisco iniciou seu discurso parabenizando-os por serem considerados pelas entidades pastoriais juvenis da Conferência Episcopal da França como protagonistas na evangelização e na construção da sociedade. Recordando em seguida que “o movimento escoteiro é um sinal de encorajamento para os jovens, porque os convida a sonhar e a agir, a ter a coragem de olhar para o futuro com esperança”. Destacando o fato de “através de sua pedagogia do irmão e da irmã mais velhos estes protegem e acompanham os mais jovens, ajudando-os pacientemente a descobrir e tornar fecundos os talentos recebidos do Senhor”. Mostrando desse modo, continuou o Papa que “todos nós precisamos viver relações humanas reais e não apenas virtuais, especialmente na idade em que o caráter e a personalidade são formados”.

Aumentar a riqueza das relações humanas

O escoteiro, com sua disponibilidade ao serviço do próximo, também é chamado a trabalhar por uma Igreja mais ‘extrovertida’ e por um mundo mais humano”. Com esta nobre missão de testemunhar – encorajou o Papa – “onde quer que estejam, com sua fé e seu compromisso, vocês podem aumentar a riqueza das relações humanas e torná-las um bem comum que ajuda a uma renovação social”.

Francisco falou também sobre a estreita relação dos escoteiros com a natureza:

“Graças à sua relação com a natureza, vocês trazem a mensagem de que o respeito pelos outros e pelo meio ambiente andam de mãos dadas e que, portanto, não podemos nos iludir pensando que podemos curar nossa relação com a natureza e o meio ambiente sem curar todas as relações humanas fundamentais”

Por fim o Santo Padre novamente encorajou os jovens:

Convido a todos vocês a não se desanimarem com o egoísmo do mundo, a não se fecharem em si mesmos, a não serem jovens inativos, sem ideais e sem sonhos. Nunca percam de vista o fato de que o Senhor está chamando a todos vocês para levar destemidamente o anúncio missionário (…).

“Sempre e em qualquer lugar compartilhem a alegria do Evangelho que faz vocês viverem! O Senhor quer que vocês sejam seus discípulos e espalhem luz e esperança, porque conta com a ousadia, a coragem e o entusiasmo de todos!”

Francisco concluiu exortando os jovens:

Façam um grande esforço “para fazer do Escotismo Católico um movimento de semeadores de esperança e uma redescoberta da vida comunitária”. Agradeço a Deus por seu testemunho durante estes cinquenta anos a serviço de seus irmãos e irmãs e da Igreja”.

0 Flares 0 Flares ×
Papa aos escoteiros: sejam semeadores de esperança e da vida comunitária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*