0 Flares 0 Flares ×

Francisco sublinha importância da fé na «presença real de Jesus»

Cidade do Vaticano, 02 jun 2021 (Ecclesia) – O Papa Francisco convidou hoje à celebração da solenidade do Corpo de Deus como evocação da “luz que ilumina os caminhos da vida”.

“Que a iminente celebração da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo nos torne mais conscientes da presença real de Jesus entre nós na Eucaristia”, disse, no final da audiência geral que decorreu no Pátio de São Dâmaso, do Palácio Apostólico do Vaticano.

A celebração da solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo decorre esta quinta-feira, em Portugal, e no próximo domingo, nos países em que não é feriado civil.

“Encontrai na Eucaristia, mistério de amor e de glória, aquela fonte de graça e de luz que ilumina os caminhos da vida”, pediu o Papa aos participantes no encontro semanal, com transmissão online.

Francisco dirigiu-se aos idosos, jovens, doentes e recém-casados que participaram, como tradicionalmente, nesta audiência.

“Que o Corpo e o Sangue de Cristo sejam para cada um de vós presença e apoio no meio das dificuldades, sublime conforto no sofrimento de cada dia e penhor de eterna ressurreição”, declarou.

A Solenidade Litúrgica do Corpo e Sangue de Cristo começou a ser celebrada há mais de sete séculos, em 1246, na cidade de Liège, na atual Bélgica, tendo sido alargada à Igreja latina pelo Papa Urbano IV através da bula ‘Transiturus’, em 1264, dotando-a de missa e ofício próprios.

Na origem, a solenidade constituía uma resposta a heresias que colocavam em causa a presença real de Cristo na Eucaristia, tendo-se afirmado também como o coroamento de um movimento de devoção ao Santíssimo Sacramento; terá chegado a Portugal provavelmente nos finais do século XIII e tomou a denominação de Festa de Corpo de Deus.

Na sua reflexão semanal, Francisco abordou esta manhã o papel “fundamental” da oração na relação de Jesus com os seus discípulos.

O Papa destacou que Jesus Cristo reza por cada um, o que deve representar para os católicos “uma grande segurança”.

“O amor de Jesus, a oração de Jesus por cada um de nós não cessa”, insistiu.

No final do encontro, Francisco dirigiu uma saudação aos fiéis de língua portuguesa.

“Não se esqueçam de que o Senhor reza sempre por nós, e une as nossas tímidas orações à sua, para apresentá-las ao Pai”, disse.

OC

0 Flares 0 Flares ×
Papa convida a celebrar «luz que ilumina os caminhos da vida»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*