0 Flares 0 Flares ×

Francisco fala em momento «doloroso»

Cidade do Vaticano, 29 abr 2020 (Ecclesia) – O Papa denunciou hoje no Vaticano as recentes perseguições contra os cristãos, evocando as “ditaduras europeias” do século XX e os mártires atuais, “mais do que nos primeiros séculos”.

“É doloroso lembrar que, neste momento, há muitos cristãos que sofrem perseguições em várias partes do mundo. Temos de esperar e rezar para que a sua tribulação acabe, quanto antes”, declarou, durante a audiência geral que decorreu na biblioteca do Palácio Apostólico, com transmissão online.

Francisco convidou todos os católicos a mostrar a sua “proximidade” aos “irmãos e irmãs” que sofrem com a violação do direito da liberdade religiosa.

“Estes cristãos são os membros ensanguentados do corpo de Cristo, que é a Igreja”, acrescentou.

O Papa sustentou que “ter uma vida coerente com o Evangelho atrai a perseguição das pessoas”, mas alertou ainda para o “desprezo” que deriva da falta de compromisso dos cristãos com o Evangelho.

A intervenção encerrou um ciclo de catequeses sobre as bem-aventuranças, falando hoje sobre a última, que “proclama a alegria que vem da perseguição por causa da justiça”.

“Esta bem-aventurança culmina um caminho, que conduz de uma vida segundo este mundo à de Deus, de uma vida guiada pelo egoísmo à do Espírito”, precisou Francisco.

Após a reflexão, o Papa saudou os ouvintes de língua portuguesa.

“Confio ao bom Deus a vossa vida e a dos vossos familiares. Rezai também vós por mim! Que as vossas famílias se reúnam diariamente para a oração do terço sob o olhar da Virgem Mãe, para que nelas não se acabe jamais o óleo da fé e da alegria, que brota da vida dos seus membros em comunhão com Deus”, disse.

Na última audiência geral de abril, o Papa projetou já o próximo mês, marcado pela oração à Virgem Maria, na tradição católica.

“Permanecendo em casa, por causa da pandemia, aproveitemos este tempo para redescobrir a beleza de rezar o rosário”, pediu.

OC

0 Flares 0 Flares ×
Papa denuncia perseguições contra cristãos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*