0 Flares 0 Flares ×

Destino dado aos edifícios foi comunicado em carta ao Vigário da Diocese de Roma

Da redação, com Vatican News

Papa Francisco /Foto: CNA

Papa destina anexos da Basílica Lateranense para funções culturais. O destino dos edifícios consta em carta enviada ao Vigário de Roma, Cardeal Angelo De Donatis.

“Confio a Vossa Eminência, meu Vigário para a Diocese de Roma, a tarefa de realizar, no complexo que foi conhecido durante séculos como o Patriarcado Lateranense, atividades museológicas e culturais nas diversas formas e conteúdos, dando o arranjo que for necessário “, escreveu o Santo Padre.

No texto, o Pontífice reafirmou sua confiança em Dom De Donatis. Os edifícios cedidos pelo Pontífice são anexos à Basílica Papal de São João de Latrão.

O objetivo é de valorizar as “nobres tradições artísticas que a Igreja Católica ostenta” (Tratado de Latrão, art. 16). O cardeal, de acordo com o Santo Padre, trabalhará com a colaboração dos Órgãos dirigentes do Estado da Cidade do Vaticano e, se necessário, dos Órgãos operacionais do Governatorato.

Dom De Donatis deve levar em conta as disposições em vigor para as áreas extraterritoriais no contexto de sua condição jurídica específica.

A Igreja e a promoção da arte

“A Igreja ao longo dos séculos sempre trabalhou para promover o que é fruto do gênio e do domínio dos artistas”. É o que destacou o Papa em sua carta.

Muitas vezes, pontuou Francisco, a arte é um testemunho de experiências de fé e instrumentos para dar honra a Deus. “Isto foi feito não apenas por amor à arte, mas também para salvaguardar o patrimônio cultural diante de desafios e perigos que o teriam privado de sua função e valor”.

Que a arte e a beleza sejam desfrutadas

Os lugares, edifícios e obras são, segundo o Santo Padre, expressões do espírito humano e parte integrante da cultura da humanidade. “Entregá-los às várias gerações e trabalhar para preservá-los e torná-los disponíveis aos visitantes e estudiosos”. Esta é a tarefa também do Papa, observou Francisco.

O Pontífice se comprometeu a tornar utilizável a beleza e a importância dos bens e do patrimônio artístico confiado a sua proteção. Por essas razões, decidiu destinar também para esse fim os edifícios.

A decisão foi tomada, lembrando o curso e os acontecimentos da história atribuídas a esse complexo, juntamente com as disposições do Tratado de Latrão.

Uma linguagem universal

Em várias ocasiões, o Papa salientou a importância da arte e como sua beleza move o homem à esperança, harmonia e paz.

0 Flares 0 Flares ×
Papa destina anexos da Basílica Lateranense para funções culturais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*