0 Flares 0 Flares ×

(ACI).- O Papa Francisco aprovou a transformação da Rede Mundial de Oração do Papa em uma Fundação com pessoa jurídica canônica e vaticana, para o qual também aprovou os seus novos estatutos.

Esta nova Fundação vaticana é responsável pelo vídeo das intenções de oração do Papa, que é transmitido todos os meses com algumas palavras gravadas pelo Pontífice no qual convida a rezar por uma intenção particular.

Através de um quirógrafo, assinado em 17 de novembro, o Santo Padre lembra que “a Rede Mundial de Oração do Papa, antigo Apostolado da Oração, teve início na França, em 1844, com o jesuíta pe. François-Xavier Gautrelet”.

Fundamenta-se “na espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus e acolhe as intenções de oração mensal propostas pelo Santo Padre à Igreja”.

“Há alguns anos instituí a Rede Mundial de Oração do Papa como uma Obra Pontifícia para destacar o caráter universal desse apostolado e a necessidade de que todos rezemos cada vez mais e com o coração sincero”.

Sua transformação agora em pessoa jurídica canônica e vaticana como Fundação tem “o objetivo de coordenar e animar este movimento espiritual tão querido para mim, dotando-o de uma estrutura adequada aos tempos em que vivemos”.

Segundo um comunicado divulgado pela Sala de Imprensa do Vaticano, “o objetivo da Fundação é coordenar e animar o vasto movimento espiritual, muito querido ao Santo Padre, que acolhe e difunde as intenções de oração mensais propostas pelo Papa à Igreja”.

De acordo com os estatutos da nova Fundação, terá sede no Estado da Cidade do Vaticano e será promovida pela Companhia de Jesus. Tem a missão de “coordenação e animação em todo o mundo, nos países e dioceses que assumem a oração como forma de apostolado e, em particular, acolhem as intenções de oração mensal propostas pelo Santo Padre à Igreja como tema ou conteúdo para o oração pessoal ou em grupo, colaborando assim com a missão da Igreja de se colocar a serviço dos desafios da humanidade”.

A Rede Mundial de Oração do Papa “propõe aos católicos uma jornada espiritual chamada ‘O Caminho do Coração’ que integra duas dimensões”.

Em primeiro lugar, “a compaixão pelo mundo e pelos seres humanos”. Neste sentido, “o Santo Padre confia à Fundação a missão de dar a conhecer, promover e estimular a oração pelas intenções que expressam desafios para a humanidade e a missão da Igreja”.

Em segundo lugar, “a comunhão com a missão do Filho”. A este respeito, afirma-se nos estatutos que “este caminho espiritual, animado e coordenado pela Rede, desperta a vocação missionária dos batizados, projetando-a a colaborar na sua vida quotidiana com a missão que o Pai confiou ao seu Filho”.

Os estatutos desta nova Fundação serão válidos ad experimentum, ou seja, durante um período experimental que será, neste caso, de três anos.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

0 Flares 0 Flares ×
Papa transforma Rede Mundial de Oração em Fundação vaticana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*