0 Flares 0 Flares ×

Francisco critica «negacionismo suicida» diante da pandemia

Foto: Lusa

Cidade do Vaticano, 09 jan 2021 (Ecclesia) – O Papa Francisco vai ser vacinado contra a Covid-19 na próxima semana, anunciou o próprio em entrevista ao Canal 5 da televisão italiana, que vai ser emitida este domingo.

“Eu acredito que eticamente todos devem receber a vacina, é uma opção ética, porque está em causa a tua saúde, a tua vida, mas também a vida de outros”, refere, em conversa na Casa de Santa Marta.

A 2 de janeiro, o Vaticano anunciou que iria iniciar a campanha de vacinação contra a Covid-19 na segunda semana deste mês, com prioridade ao pessoal de saúde e segurança pública, idosos e pessoas em maior contacto com o público.

“Vamos começar a fazer aqui e já marquei, tem de ser feito. Quando eu era criança, lembro-me de que havia uma crise de poliomielite e muitas crianças ficaram paralisadas por causa disso e havia desespero para tomar a vacina”, disse o Papa.

Francisco, nascido na Argentina a 17 de dezembro de 1936, recorda que cresceu sob a marca das vacinas, contra o sarampo e outras doenças, questionando quem diz que a vacina contra a Covid-19 “é perigosa”, quando os médicos dão indicações sobre a sua segurança.

“Há um negacionismo suicida que não sei explicar, mas hoje temos de receber a vacina”, apontou.

No Vaticano, a escolha recaiu sobre a vacina da Pfizer, que vai ser administrada segundo “critérios de seleção das categorias mais expostas à infeção, de acordo com as adesões voluntárias”.

O programa abrange os cidadãos do Estado, funcionários e seus familiares; de fora ficam os menores de 18 anos.

A administração do Vaticano e da Santa Sé recomendam a vacinação, “para proteger a própria saúde, mas também a dos outros”.

OC

Please follow and like us:
0 Flares 0 Flares ×
Papa vai vacinar-se na próxima semana e fala em «opção ética»

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*