0 Flares 0 Flares ×

Viagem acontece 10 anos depois da viagem de Bento XVI

Foto: Lusa/EPA

Cidade do Vaticano, 10 fev 2020 (Ecclesia) – O Papa Francisco vai visitar as ilhas de Malta e Gozo a 31 de maio, anunciou hoje o Vaticano.

A visita de um dia, domingo de Pentecostes, acontece a convite da Presidência da República e da Igreja Católica no arquipélago.

Em 2019, o Papa Francisco recebeu no Vaticano Marie-Louise Coleiro Preca, presidente de Malta, onde foram abordados temas como as migrações no Mediterrâneo, a cooperação para o desenvolvimento e o diálogo inter-religioso.

O programa detalhado será divulgado futuramente, indica a sala de imprensa da Santa Sé.

O logótipo da visita a Malta mostra as mãos a apontar para uma cruz de um navio à mercê das ondas.

“As mãos representam um sinal de boas-vindas do cristão ao seu próximo e de ajuda àqueles que estão em dificuldade, abandonados à sua sorte, lembrando a história dramática do naufrágio do apóstolo Paulo na ilha de Malta”, explica o portal ‘Vatican News’.

Já este ano, em duas das audiências públicas semanais, o Papa ressaltou a hospitalidade do povo maltês, ao falar do naufrágio que levou São Paulo a desembarcar na ilha.

O último pontífice a ter visitado Malta, um dos países com maior percentagem de católicos na Europa, tinha sido Bento XVI, em abril de 2010.

São João Paulo II esteve no arquipélago em 1990 e 2001.

OC

0 Flares 0 Flares ×
Papa vai visitar Malta a 31 de maio, dia de Pentecostes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*