0 Flares 0 Flares ×

Um envelope contendo os três projéteis, endereçado ao pontífice, foi interceptado pela polícia

Pope Francis leads a prayer with Lebanon’s Christian leaders on a day of reflection and prayer for Lebanon, at the St Peter’s Basilica at the Vatican on July 1, 2021.

Quem mandou três balas de pistola para o Papa Francisco? Esta é a pergunta desconcertante que o mundo se fez nesta segunda-feira, 9 de agosto, depois que o jornal italiano Corriere della Seradivulgou que a polícia de Milão, na Itália, interceptou um envelope suspeito endereçado ao pontífice.

O envelope continha três balas de calibre 9mm, usadas em pistolas do tipo Flobert. Junto com a munição, havia também uma confusa mensagem que mencionava as operações financeiras do Vaticano.

Segundo as autoridades policiais da metrópole do norte italiano, um funcionário dos correios avisou durante a noite de domingo que havia identificado uma “correspondência suspeita”: o envelope, com selo da França, não tinha remetente, mas a identificação do destinatário, escrita com caneta esferográfica, era chamativa na medida diametralmente oposta:

“Il Papa – Città del Vaticano – piazza S.Pietro in Roma”

O caso está sendo investigado. Segundo o mesmo Corriere della Sera, a polícia já teria identificado o homem que expediu o envelope com as inusitadas três balas de pistola para o Papa Francisco. A sua identidade, porém, ainda não foi revelada, assim como tampouco a sua motivação.

Em 13 de maio de 1981, o então pontífice São João Paulo II circulava de papamóvel pela Praça de São Pedro quando foi atingido por dois tiros que deixaram o mundo estarrecido e levaram o Papa à beira da morte.

Via Aleteia

0 Flares 0 Flares ×
Quem mandou três balas de pistola para o Papa Francisco?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*