0 Flares 0 Flares ×
Vaticano, 08 Dez. 18 / 10:37 am (ACI).- Nesta solenidade da Imaculada Conceição o Papa Francisco recitou com os fiéis a oração do ângelus na Praça de São Pedro e dirigiu-lhes umas palavras animando os batizados a responder ao chamado de Deus do mesmo modo que respondeu a Virgem Maria no momento da anunciação: “Aqui estou”. Em sua reflexão antes da oração do Ângelus deste sábado 8 de dezembro, ocasião em que a Igrejarecorda a Solenidade da Imaculada Concepção de Maria, o Santo Padre expôs as duas possíveis respostas à chamada de Deus, a resposta de Eva que é a desobediência e a de Maria que é a da obediência generosa ao desígnio de Deus. O Papa Francisco recorreu às leituras do dia onde, por um lado, lê-se primeira Leitura, tomada do Livro do Gênesis, a narração do episódio do pecado original, “encontramos um homem que desde o começo diz ‘não’ a Deus”. Pelo contrário, no Evangelho de São Lucas “vemos Maria que na anunciação diz ‘sim’ a Deus”. “Em ambas as leituras é Deus quem procura o homem. No primeiro caso vai até Adão, depois do pecado, e lhe pergunta: ‘Onde estás?’, e ele ré responde: ‘Eu me escondi’”. No segundo caso, “vai até Maria, concebida sem pecado, que responde: ‘Eis aqui a serva do Senhor’. ‘Aqui estou’ é o contrário de ‘eu me escondi”, sublinhou Francisco. “O ‘aqui estou’ abre a Deus, enquanto que o pecado fecha, aísla, faz-te ficar só contigo mesmo”.
O Papa continuou: “‘Aqui estou é a palavra chave da vida. Marca a passagem de uma vida horizontal, centrada em nós mesmos e em nossas próprias necessidades, a uma vida vertical, dirigida a Deus”. “‘Aqui estou’ é estarmos disponíveis para o Senhor, é a cura do egoísmo, o antídoto diante de uma vida insatisfatória na qual sempre falta algo. ‘Aqui estou’ é o remédio contra o envelhecimento do pecado, é a terapia para permanecer jovem por dentro. ‘Aqui estou’ é acreditar que Deus conta mais que meu ‘eu’. É decidir submeter-se ao Senhor, dóceis a suas surpresas”. Por isso, “dizer ‘aqui estou’ é a alegria maior que podemos lhe oferecer. Por que não começar assim a jornada? Seria belo lhe dizer cada manhã: ‘Aqui estou, Senhor, para que hoje se cumpra em mim você vontade’”. O Papa ressaltou a entrega total de Nossa Senhora aos planos de Deus: “Maria ainda acrescentou: ‘Faça-se em mim segundo sua palavra’. Não diz ‘faça-se segundo a minha´, mas segundo ‘a TUA´. Não põe limites a Deus. Não pensa: ‘dedico-me um pouco a Ele, faço depressa e depois faço o que quero’”. “Peçamos à Imaculada a graça para viver assim”, concluiu o Santo Padre.
0 Flares 0 Flares ×
Solenidade da Imaculada Conceição: responder a Deus como fez Maria, anima o Papa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*