0 Flares 0 Flares ×

«Não podemos esquecer as tragédias dos nossos dias», disse Francisco na audiência geral

Cidade do Vaticano, 01 abr 2020 (Ecclesia) – O Papa recordou hoje no Vaticano todos aqueles que sofrem e os que ajudam as pessoas, face à pandemia de Covid-19.

“Tenhamos presente, nestes momentos de provação e escuridão, todos os irmãos e irmãs que sofrem, os que os ajudam e acompanham com amor e generosidade”, disse, na audiência geral que decorreu na Biblioteca do Palácio Apostólico, com transmissão online.

Na saudação aos ouvintes e espetadores de língua portuguesa, Francisco convidou as comunidades católicas a “viver com toda a Igreja, em pensamento e de coração, a próxima Semana Santa, que coloca diante dos olhos a Cruz onde Jesus assumiu e suportou toda a tragédia da humanidade”.

“Não podemos esquecer as tragédias dos nossos dias, porque a Paixão do Senhor continua no sofrimento dos homens. Que os vossos corações encontrem, na Cruz de Cristo, apoio e conforto no meio das tribulações da vida; abraçando a Cruz como Ele, com humildade, confiança e abandono filial à vontade de Deus, tereis parte na glória da Ressurreição”, acrescentou.

A catequese semanal do pontífice prosseguiu o ciclo de reflexões sobre bem-aventuranças, falando dos “puros de coração”.

“Nesta visão beatífica, há uma dimensão futura, escatológica, como em todas as bem-aventuranças: é a alegria do Reino dos Céus para onde caminhamos. Mas existe também outra dimensão: ver Deus significa entender os desígnios da Providência no que nos acontece, reconhecer a sua presença nos Sacramentos, nos irmãos, sobretudo pobres e sofredores, e reconhecê-lo onde Ele se manifesta”, referiu o Papa.

Francisco convidou todos a “abrir espaço para Deus”, libertando o próprio coração.

“Este é um amadurecimento decisivo: quando percebemos que o nosso pior inimigo está escondido no nosso coração. A batalha mais nobre é aquela contra os enganos interiores que geram os nossos pecados”, sublinhou.

No final do encontro, o Papa disse que, para os cristãos, a Cruz representa a “fonte da verdadeira esperança e alegria, através da qual o Senhor venceu todo o mal”.

OC

0 Flares 0 Flares ×
«Tenhamos presente quem sofre» e quem ajuda, pede o Papa, a caminho da Semana Santa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*