0 Flares 0 Flares ×

Episódio aconteceu uma semana após padre Lino Allegri ter sido hostilizado por se posicionar contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Em vídeo que circula no whatsApp fiéis aparecem pedindo para que o homem se retire da igreja. (Foto: Reprodução)

Um homem foi expulso por fiéis de uma missa, realizada neste domingo, 11, na Paróquia da Paz, em Fortaleza, após gritar contra padres que presidiam a celebração. O episódio aconteceu uma semana após um dos sacerdotes do local, o padre Lino Allegri, 82, ter sido hostilizado por criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Em vídeos que circulam no WhatsApp, o homem aparece falando algo de forma exaltada, apontando para o altar onde padres estavam posicionados. Nas imagens é possível ver que os fiéis se unem em uma espécie de barreira e pedem para que o mesmo homem se retire do local, ao que ele obedece sob protestos.

O homem seria um oficial militar reformado, mas O POVO não conseguiu confirmar sua identidade.

Procurada pelo O POVO, a assessoria da Arquidiocese de Fortaleza disse ainda não ter informações quanto à identidade do homem ou mais detalhes sobre o caso. No entanto, o órgão afirmou que recebeu relatos confirmando o ocorrido, de fiéis que contaram que o individuo teria “avançado” para gritar contra padres.

LEIA TAMBÉM | Frei Betto: “Somos discípulos de um prisioneiro político”

Ainda segundo a Arquidiocese, um dos sacerdotes que comandavam a celebração, o padre Ermano Allegri, é irmão do padre Lino. Na ocasião das críticas a Bolsonaro, pelo menos oito pessoas entraram na sacristia e hostilizaram o padre Lino pela fala. Na homilia, ele citou a marca de 500 mil mortes alcançadas no Brasil pela pandemia da covid-19.

Ainda não há informações oficiais de que o episódio de hoje tenha ligação com o da última semana. 

O POVO tentou entrar em contato com o padre à frente da missa deste domingo mas o sacerdote não atendeu as ligações até a conclusão dessa reportagem.

O Povo

0 Flares 0 Flares ×
Vídeo: Fiéis expulsam homem de igreja em Fortaleza após ele gritar contra padres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*